quarta-feira, 14 de março de 2012

Buenos Aires - Il Matterello: entre os melhores da cidade



Como viajante e "gourmandise" assumido, tenho que reconhecer que nos últimos anos mudei meus conceitos sobre Buenos Aires, posicionando-a ao lado de São Paulo como referência pela excelência da comida e serviço impecável. Cidade onde comer bem é rotina e faz parte da cultura, com gastronomia de alta qualidade e sabor.

Nesta última viagem à capital portenha, ficamos hospedados no bairro de Palermo (onde fica o principal reduto gastronômico de Buenos Aires) num hotel chamado Duque, muito bem localizado e a poucas quadras a pé dos principais bares e restaurantes. Grande parte da nossa agenda de comilança estava concentrada na região, com poucas exceções: El Sanjuanino, na Recoleta, e Il Matterello, em La Boca, este último onde já estivemos nos Carnavais de 2010 e 2011.

La Boca é um bairro pobre, basicamente residencial e afastado do centro, onde o transporte coletivo não dá conta da demanda e o metrô simplesmente não chega. Formado por imigrantes italianos e espanhóis, tem casas centenárias e muita história, mas alguns vários anos de descuido fizeram com que fosse um dos menos seguros da cidade. O Estádio La Bombonera (casa do Boca Juniors) e o Caminito são os principais pontos turísticos do bairro, que estão entre os mais visitados da cidade.



A partir do centro, a melhor maneira de chegar até La Boca é de táxi  numa viagem rápida (20 minutos) e barata (25 reais). Bairro difícil para andar a pé, com ruas irregulares, em curva e/ou sem saída, cortado por uma linha de trem e limitado ao fundo pelo porto, tenha um bom mapa nas mãos antes de sair caminhando, para evitar se perder. Se resolver visitar La Boca à noite, é altamente recomendável trocar as caminhadas por táxi.

A história construída pelos imigrantes ao longo dos anos colocou La Boca numa posição de destaque na gastronomia de Buenos Aires, com grande oferta de restaurantes e opções para todos os gostos. Para muitos, o Il Matterello é o melhor italiano da região, e está entre os melhores da cidade.

Nova visita ao nosso restaurante italiano preferido, que mais uma vez nos recebeu de braços abertos e nos brindou com uma gastronomia de qualidade elevada, beirando à perfeição.

Claramente o restaurante tornou-se um ponto turístico, o que pode ser percebido no valor da conta (preços já são comparáveis com restaurantes do mesmo nível em São Paulo) e no salão repleto de gringos. Desta vez, brasileiros eram minoria – algo incomum quando falamos de Buenos Aires e real valorizado.

De entrada, a sensacional porção de antepastos quentes. Muito boa para abrir o apetite, melhor ainda se acompanhada por uma Corona gelada. Para degustar sem pressa.



De prato principal, resistimos bravamente e decidimos não pedir os certeiros "Lasagna Bolognese" (massa verde, carne cortada na ponta da faca, molho bechamel e gratinada com queijo) e "Tortelli verdi, alla panna, gratinati" (massa verde, recheado com queijo gruyère, coberto com molho branco, gratinado), que fizeram nossa alegria nos dois últimos anos.


Quer saber mais sobre as visitas que fizemos ao Il Matterello em 2010 e 2011? Clique aqui e confira o review completo!

O cardápio, bastante amplo, oferece massas frescas e recheadas que podem ser combinadas com um dos 13 molhos, tudo de produção própria, além de saladas, carnes e risotos.



Depois de muito pensar, fomos no tradicional tagliatelle, com molhos “Amatriciana” (tomate, cebola, bacon) para a Luciana, e “Crema gratinada” (creme de leite e queijo parmesão gratinado) para mim. As massas são muito acima da média, comparáveis às dos restaurantes Top10 de SP, com cozimento “al dente” e molhos densos e suculentos, feitos com respeito aos ingredientes.


Tagliatelle alla amatriciana


Tagliatelle alla crema gratinada

Pedimos também uma porção de ragu de carne (o mesmo que acompanha a lasanha) e descobrimos algo muito importante: ele é o segredo do sucesso do Il Matterello. As entradas são boas, as massas idem, mas é o ragu deles – carnes de vaca e porco picadas na ponta da faca, com bastante azeite, especiarias e pouco molho de tomate, apenas para dar liga – que transforma os pratos da casa em experiências memoráveis.

Grande parte dos ragus são feitos com carne moída ou desfiada com tomate, o chamado molho “bolognese”. No ragu do Il Matterello as carnes são cozidas lentamente com o azeite, molho de tomate e especiarias, sendo servida separada do prato, em porções – é o chamado "ragù napoletano”.



Para você que está lendo este texto agora, com água na boca (assim como eu): se um dia Buenos Aires fizer parte do seu roteiro de viagem, programe-se para fazer uma refeição no Il Matterelo. Peça a lasanha à bolonhesa, prove o ragu como acompanhamento de uma massa, ou simplesmente coma-o com pão. O sabor é indescritível.



Após minha terceira visita ao restaurante, ouso dizer que a combinação tagliatelle + molho “Crema gratinada” + ragu é, de longe, o melhor prato da casa, muito superior à famosa lasanha.

De sobremesa, sorbet de limão e pudim de leite com uma generosa colherada de doce de leite argentino. O primeiro, leve e refrescante, foi uma ótima pedida para ajudar na digestão de tanta comida. O pudim, não muito doce, com a base queimada de propósito e calda com bastante açúcar, não tem nada de especial. Mero coadjuvante do sensacional doce de leite.



Valor da conta: couvert, 2 sucos, 2 cervejas, antepastos, 2 massas, 1 porção de ragu, 2 sobremesas = AR$ 340 (R$ 170). Caro para os padrões de Buenos Aires, mas certamente muito bem gastos.

Endereço: Martín Rodríguez 517, La Boca
Telefone: +54 (11) 4307-0529
Horário de funcionamento: Terça a sábado das 12hs às 16hs (almoço) e das 20hs a meia-noite. Domingo das 12hs às 16hs. Não abre segunda.

6 comentários:

Letícia M. disse...

Adorei a sugestão! Vou a BA agora em julho e visitarei o restaurante com certeza! Obrigada pela dica!

Anônimo disse...

Olá, Daniel!
São muito bons os seus posts sobre Buenos!
Há alguma referência para chegar a este restaurante em Boca? Uma vez tentei ir a um restaurante lá e nos perdemos, o taxista também não conseguiu chegar.
Obrigada pelo retorno e um abraço,
Erika Alonso

Daniel Neves disse...

Olá Erika,

Chegar no Il Matterello é super simples: as duas ruas mais famosas de La Boca são Brandsen (onde fica o La Bombonera) e a Almirante Brown.

A Martin Rodríguez é a primeira paralela à Almirante Brown,do lado direito (sentido bairro). Vindo do Centro de taxi ou ônibus, ao chegar na Brown entre na sexta rua á direita.

A partir do La Bombonera, siga pela Brandsen em direção ao Caminito, a Martin Rodríguez é a quarta rua à esquerda, o restaurante fica na terceira quadra.

Um abraço!

George PCJ disse...

Já esta marcado para a próxima viagem para Buenos Aires.
abs
George Pereira Camara Junior

Milena disse...

Olá!
Quero elogiar os posts com dicas muito úteis!
Fomos a BAs no carnaval e não podíamos perder a oportunidade de conhecer esse restaurante tao elogiado aqui e outros blogs!
O Il Materello realmente é sensacional!! Sem duvida uma das melhores casas italianas que já conheci!
Sigam a sugestão e peçam o ragu a parte... É simplesmente divino!!!
Obrigada!

Flávia disse...

Dica muito boa. Estive lá para almoçar após passear por La Boca. Adorei o ravioli de abóbora na manteiga com o molho Amatriciana. Pedi o ragu e também não me arrependi. A carta de vinhos é boa e com preços muito acessíveis. Vi que em Palermo também tem um Il Materelo (mais sofisticado que o de La Boca). Valeu...

Postar um comentário

Pesquisar no Blog

Guias de Viagem


Álbuns de Fotos

Instagram


Anuncie no Viajante Comilão




Você gostou do blog? As dicas de viagens e reviews de restaurantes foram úteis para ajudá-lo(a) a planejar sua viagem?

O Viajante Comilão é um serviço 100% gratuito. Se você gostou do nosso serviço, ajude o blog a continuar seu trabalho: o link abaixo direciona para o site do PayPal, um serviço 100% seguro para que você possa fazer uma doação para o blog, usando seu cartão de crédito.

Contamos com sua contribuição. Obrigado!


Payments By PayPal