quarta-feira, 16 de março de 2011

El Sanjuanino: A melhor empanada de Buenos Aires

Empanada de carne da casa

Buenos Aires é conhecida pelo tango, pelas carnes, por ter o segundo melhor futebol do mundo, pelo espanhol com som de “ch” e, não menos importante, pelas famosas empanadas.

Ir à Buenos Aires e não provar as famosas empanadas é como vir à São Paulo e não incluir o Parque do Ibirapuera no roteiro, ou visitar o Rio e simplesmente não ir à praia.

Para quem não conhece: a empanada é um prato herdado da cozinha espanhola que se assemelha muito a nossos pasteis de forno. A diferença está em três fatores: na massa; no modo de preparo, já que além de assada ela pode ser frita; e no recheio, o tradicional é de carne, mas existem diversos outros sabores, porém tipicamente picantes. A carne não é moída como se esperaria, mas em pequenos cortes, picada na ponta da faca.

É claro que tínhamos que experimentá-la, e num bom lugar. Sabia que acharia empanadas em cada esquina, então precisava de alguma referência: olhei na web, e achei algumas recomendações. Decidimos ir ao El Sanjuanino, tido por muitos como TOP1 no assunto, localizada no meio da Recoleta.

Com duas casas em Buenos Aires, o El Sanjuanino é um patrimônio da cidade. O endereço na chique e cara Recoleta é o mais famoso, mais pitoresco, mais procurado pelos turistas. Após alguns bons minutos caminhando (esqueça transporte público) desde a 9 de Julio, chegamos num lugar rústico, que mais parecia um "bodegón" (boteco) das antigas, com sofás de couro e zilhões de quinquilharias nas paredes. No subsolo, ambiente de taberna, com barricas de vinho no teto, cabeças de animais empalhados e vários dizeres nas paredes reverenciando a bebida. Sim, definitivamente estamos no lugar certo.


Entrada, barricas de vinho no teto e uma homenagem ao deus grego Baco

Parece caótico, mas é um dos pontos turísticos de Buenos Aires – a visita é obrigatória. Como diz o slogan da casa: “Comer es un acto biológico, comer en El Sanjuanino es un acto cultural”


Salão principal



Para começar, relaxe, peça um bom vinho ou uma cerveja trincando e aproveite a decoração. O serviço não é dos melhores, mas já virou tradição do lugar: garçons distraídos, lentos, às vezes até meio rudes para os padrões tupiniquins. Se casa não estiver entupida de gente, é só puxar papo com os caras para perceber que não é falta de educação, é o jeito deles mesmo. É só falar que a Argentina é melhor que o Brasil no futebol e os problemas estarão resolvidos!


Salão no subsolo

Cardápio nas mãos, pedimos 4 empanadas, de massa incrivelmente leve: 2 de carne (picada na ponta da faca, cozida por horas, gordura zero, saborosíssima), 1 de carne picante (boa idem e picante pra burro) e 1 de roquefort (sabor intenso, bem recheada pelo tamanho, mas pequena e com excesso de nozes). Para comer várias, sem culpa.




Carne picante

Quer pedir a conta? Vá direto ao balcão, fale com o dono e veja um pouco da correria da cozinha para atender os clientes e inúmeros pedidos de delivery.

Conta: 4 empanadas + 1 cerveja + 1 refrigerante = AR$ 32 (ou módicos R$ 15). Empanadas entre AR$ 3,50 (carne) e AR$ 6 (roquefort). Os caras ganham dinheiro na quantidade.

Conclusão: ótima pedida, deveria fazer parte do roteiro obrigatório de qualquer turista.

Endereços:
Recoleta: Posadas 1.515, Recoleta - +54 (11) 4804-2909
Barrio Norte: Sánchez de Bustamante 1788 (Metrô Aguero, Subte Línea D) - +54 (11) 4822-8080

Horário de funcionamento: Terça a domingo das 12hs às 16hs e das 20hs a meia-noite. Fecha segunda.

4 comentários:

Flávia Pereira disse...

Olá, adoro suas dicas e sempre que vou viajar dou uma passada pelo teu blog. Mas confesso que esta dica do San Juanino não foi aprovada por e pelo meu marido. Nossa experiência foi bem ruim. Achamos o lugar sujo, muito sujo, com banheiros péssimos. Me deu a impressão de lugar caça turista. Enquanto aguardávamos, entraram duas turmas grandes com seus guias (que já conheciam a casa) e deceram para o salão que eles tem em baixo (não fui lá). A empanada de carne é gostosa mas nada excepcional. Gostei mais do Romário (cassa de empanadas), não sei se vc já foi. Um abraço e aguardo suas dicas para minha próxima viajem.

Daniel Neves disse...

Puxa Flávia, super chato! Frequento o El San Juanino todos os anos desde 2009 e nunca tive os problemas que você colocou. O lugar é simples, mas nunca o vi sujo (já vi mesas onde os caras demoraram para limpar entre um cliente e outro, mas nada além disso).

Minha esposa é MUITO CHATA em relação a banheiros, do tipo que levanta e vai embora se o banheiro é sujo, e ela ficou impressionada com o que você escreveu.

Só para saber: você esteve na casa de Recoleta ou de Palermo?

Puxa, fiquei super chateado com o que aconteceu com vocês. Já coloquei "em revisão" para a próxima viagem à BsAs.

Eu conheço a empanada do Romário, mas pessoalmente não gostei - comi em 2010, mas achei o que você achou do Juanino, sem nada de especial.

Um abraço!

Flávia Pereira disse...

Nós fomos na da Recoleta. Como vc mesmo diz: pode ser uma impressão errada já estive lá uma única vez.

Celso Stave disse...

Estive la recentemente por indicação do blog e não tenho do que reclamar, pelo contrario, atendimento bom empanadas maravilhosas, apenas para registrar o valor das empanadas não é o mesmo publicado no blog, a de carne, por exemplo, esta ar$ 14,00. Também não vi turistas, talvez por ter ido em uma quarta feira

Postar um comentário

Pesquisar no Blog

Guias de Viagem


Álbuns de Fotos

Instagram


Anuncie no Viajante Comilão




Você gostou do blog? As dicas de viagens e reviews de restaurantes foram úteis para ajudá-lo(a) a planejar sua viagem?

O Viajante Comilão é um serviço 100% gratuito. Se você gostou do nosso serviço, ajude o blog a continuar seu trabalho: o link abaixo direciona para o site do PayPal, um serviço 100% seguro para que você possa fazer uma doação para o blog, usando seu cartão de crédito.

Contamos com sua contribuição. Obrigado!


Payments By PayPal