quinta-feira, 27 de setembro de 2012

Top 10 Bruxelas: City Tour

Bruxelas é uma cidade capaz de revelar uma nova surpresa a cada esquina: numa caminhada despretensiosa, você poderá surpreender-se com a arquitetura de um prédio antigo, com a vitrine de encher os olhos de uma lojinha de chocolates, com uma rua cheia de restaurantes e mesinhas na rua, com um mural gigante pintado na lateral de um prédio qualquer, com uma igreja, jardins floridos ou uma praça cheia de esculturas.

Se você gosta de caminhar, a melhor maneira de conhecer a cidade é a pé. Para visitar os principais pontos da cidade, prepare-se para caminhar uns 10 km, com algumas subidas - parece muito, mas vale a pena. Outra opção é o ônibus turístico, que passa por 22 pontos turísticos e tem duração de 2h30. O ticket custa € 22,00, e vale por 24 horas - você pode descer em qualquer parada, aproveitar a atração turística e pegar o ônibus seguinte (saídas a cada 30 minutos entre Março e Novembro, e 15 minutos entre Abril e Outubro).

A cidade é bem interligada por metrô. As linhas são limpas e bem sinalizadas (inclusive em inglês). O mapa completo com as estações pode ser acessado aqui.

Como alternativa, muitos turistas preferem conhecer a cidade de bicicleta. O "Brussels Bike Tours" sai da Grand Place, custa € 25,00 e tem duração de 3h30. O tour é guiado em inglês e cobre as principais atrações. A cidade também conta com um sistema de aluguel de bicicletas chamado Villo!, com mais de 60 estações de retirada espalhadas na cidade. Para o turista, o custo é bem convidativo - grátis nos primeiros 30 minutos, € 0,50 até 1h, € 3,00 pela segunda hora e € 2,00 por cada hora subsequente, debitados no seu cartão.

Você já sabe como visitar a cidade, mas você já sabe o que visitar? Montei uma lista com as 10 atrações mais procuradas da cidade, imperdíveis para conhecer, apreciar e tirar fotos:

- Manneken Pis:
Pequena escultura de bronze (61 cm) em formato de um menino fazendo xixi, localizada na Rue de l'Étuve, a poucos passos da Grand Place. A estátua original foi construída em 1618, e está bem guardada na Maison du Roi. Existem várias lendas que cercam sua origem. Você pode achar a fonte um pouco sem graça, mas a parte mais legal é quando a estátua é vestida com roupas de temas diversos, o que acontece toda semana. Para quem tiver interesse, na Grand Place há um museu com o "guarda-roupa" completo do Mannekin Pis.



- Quarteirão Europeu (Le Quartier Européen): Parlamento Europeu (Parlement Européen), Praça de Luxemburgo (Place du Luxembourg), Comissão Européia (Comission Européen), Parque do Centenário (Parc du Cinquantenaire):
A União Européia tem 3 sedes: Bruxelas, Estrasburgo (França) e Luxemburgo. O "Quarteirão Europeu" reúne os prédios mais imponentes e modernos da cidade - vale passar em frente das sedes da Comissão e do Parlamento Europeu. No Parque do Centenário, os bruxelenses aproveitam o gramado e a companhia do Arco do Triunfo (construído em 1905) para fazer piquenique, descansar, tomar sol. Deu sede? Vá até a Praça de Luxemburgo e tome uma cerveja num dos bares com mesinhas na calçada.


Em sentido horário: Parlamento Europeu, Parque do Centenário, Berlaymont (sede da Comissão Européia, visto da Grand Place), Berlaymont (visto de cima)


Parque do Centenário, em sentido horário: bruxelenses aproveitam dia de sol, lago na entrada do parque, entrada do Museu Autoworld, Arco do Triunfo


Parlamento Europeu


Praça Luxemburgo (acima) e o Berlaymont, sede da Comissão Européia (abaixo)

Metrô: Estação Merode (linhas 1 e 5)

- Palais Royal e Place des Palais:
Sede do poder executivo belga, local onde o Rei Albert II administra o país (a residência oficial da família real belga fica em Laeken). A fachada, em estilo neoclássico, foi construída depois de 1900, sob a iniciativa do rei Leopoldo II. A estrutura original do palácio remonta ao fim do século 18, e o terreno em que se encontra foi parte de um complexo palacial erguido durante a Idade Média (séculos 11-12). As salas e os jardins do palácio são abertos todo ano para visitação, entre o final de Julho e o começo de Setembro.


Vista do Palácio e dos jardins

Metrô: Estação Parc (linhas 1 e 5)

- Igreja Notre Dame du Sablon e Petit Sablon:
Localizada na região sul de Bruxelas, a igreja em estilo gótico foi construída entre os séculos 15 e 16. Bonita por fora e impressionante por dentro, com seus vitrais coloridos, arcos góticos nas paredes e duas capelas em estilo barroco. Do outro lado da rua, a praça do final do século 19 é cercada por 48 colunas góticas com pequenas estátuas de bronze em cima, representando profissões antigas. No meio da praça, uma fonte e monumento de estilo neo-renascentista flamengo de 1864, cercado de 10 estátuas grandes.


Notre Dame du Sablon


Petit Sablon

Horário de funcionamento: Todos os dias das 8hs às 18hs
Metrô: Porte de Namur (linhas 2 e 6)

- Palais de Justice e o bairro de Marolles:
Localizado no alto de uma colina, o imponente Palácio de Justiça, inaugurado em 1883, é conhecido por ser a maior construção do século 19. Sua imensa cúpula de 116 metros de altura pode ser avistada de toda a cidade. A poucos passos do Palácio fica a charmosa e boêmia região de Marolles, com seus bares típicos e o famoso mercado de pulgas, realizado todos os dias na Place du Jeu de Balle. Turistas, curiosos e bons negociadores se acotovelam em busca de pequenos tesouros - lá é possível encontrar móveis antigos, objetos de arte, roupa de segunda mão, discos, livros, etc.


Palácio de Justiça


Acima: Elevador de Sablon para Maroles e a Praça Anneessens / Abaixo: mural de cartoon e mercado de pulgas em Marolles

Metrô: Estação Louise (linhas 2 e 6)

- Les Galeries Saint Hubert:
Primeira galeria comercial da Europa, aberta em 1847 pelo Rei Leopoldo I. Tem mais de 200 metros de comprimento, 8 metros de altura e é coberta por uma enorme cúpula de vidro, o que faz dela uma das mais bonitas do continente. As mais de 50 lojas ficam dispostas dos 2 lados da galeria - lá dentro, o que há de mais luxuoso (e caro) em jóias, chocolates, roupas, além de restaurantes, cafés, um cinema e um teatro com 750 lugares. Curiosidade: no número 23 fica a primeira loja da Neuhaus, instalada lá desde 1857.



Horário de funcionamento: 24 horas

- La Bourse de Bruxelles:
A Bolsa de Bruxelas (BSE) foi fundada em 1801 por Napoleão, quando a Bélgica ainda era uma colônia francesa. O atual edifício-sede foi inaugurado em 1873. Exemplo de grande arquitetura de estilo neoclássica napoleônica, várias esculturas decoram o exterior do prédio, representando o comércio, indústria, arte, ciência, metalurgia e outras áreas. Um até então desconhecido Auguste Rodin foi responsável por parte do trabalho. Em 2000, as bolsas e Bruxelas, Paris, Lisboa e Amsterdam se uniram e formaram a Euronext, quinta maior bolsa de valores do mundo.



Metrô: De Brouckere (linhas 1 e 5)

- Mont des Arts (L'Albertine square, Musée des Instruments de Musique, Carillon du Mont des Arts):
Quarteirão histórico da cidade, fica numa ladeira repleta de museus de artes e belos mirantes. Na realidade, o próprio quarteirão é um museu à céu aberto. Do jardim da centenária e florida L'Albertine square é possível avistar a Grand Place, o centro histórico, a Basílica de Koekelberg e até o Atomium. Localizado num dos prédios mais bonitos da cidade, o Museu de Música tem 8000 peças no acervo, das 1500 em exposição, o que representa a maior coleção do mundo. Por fim, visite o carrilhão com 24 sinos (12 na frente) e 12 figuras históricas e folclóricas da história belga.


Em sentido horário: L'Albertine square, Carillon du Mont des Arts, Musée des Instruments de Musique e a ladeira do Mont des Arts

- Passear pelas ruas de Bruxelas:
Uma ótima forma de conhecer Bruxelas é arrumar um mapa e sair andando pelas ruas estreitas e coloridas do centro histórico, que reúnem em poucas quadras grande parte da história da cidade. Comece pela Rue L'Etuve, onde está o Mannekin Pis, passe pela Rue du Chêne e seus prédios centenários, visite a larga Rue de la Loi, casa dos prédios governamentais, e termine a caminhada na Rue des Bouchers, onde estão os principais restaurantes. Peça um Moulles et Frites (mexilhões com fritas), uma instituição bruxelense.


Rue des Bouchers



- St. Michael and St. Gudula Cathedral (Cathedrale St-Michel et Ste-Gudule)
Uma das mais bonitas catedrais da Europa, localizada no alto do monte Treurenberg, é a primeira igreja do país, datada do século 15. O nome faz referência aos santos padroeiros da Bélgica. Da base da escadaria construída em 1861 é possível avistar boa parte da cidade. O interior em arquitetura gótica impressiona pelo comprimento e altura do salão, vitrais gigantes e esculturas. Destaques para os 49 sinos do campanário (que fazem um barulho danado) e o órgão gigante, com incríveis 4.300 tubos. No subsolo, há uma cripta com as fundações da capela do século 11, que também pode ser visitada.



Horário de funcionamento: Segunda à sexta das 7hs às 18hs, sábado das 8h30 às 18hs (visitas até às 15h30), domingo das 8h30 às 18hs (visitas até às 14h30)
Metrô: Parc or Gare Centrale (linhas 1 e 5)

19 comentários:

Giulianne Crepaldi disse...

Olá, em Bruxelas há passes diários de transporte público? grata

Daniel Neves disse...

Olá Giulianne, a resposta é sim!

Segue o link do STIB (empresa de metrô de Bruxelas) para compra online e mais informações:
http://www.stib.be/1-jour-dag.html?l=en

Um abraço!

Anônimo disse...

Daniel, vou a Bruxelas em maio (bate-volta de Paris) e sei que terei que saltar na gare du nord. De lá como faço para ir para a Grand Place. Como faço de maneira segura? Pego metrô? onde?
Agradeço desde já qualquer ajuda, pois ouvi dizer que esta gare não tem boa localização.
Abraço
Mônica Ozório

Daniel Neves disse...

Olá Mônica,

Super fácil: em Gard du Nord passam as linhas 3 (verde) e 4 (rosa) do metrô. Vá sentido Gare du Midi, desça em Bourse (3a estação). A Grand Place fica cerca de 10 minutos à pé, num caminho bem seguro e movimentado, no coração da cidade.

Um abraço!

Anônimo disse...

Poxa, que alívio. não achei essa explicação em blog algum, e como vou sozinha, já viu certo? Mulher tem que ter ainda mais cuidado do que os homens ao viajarem sós. Obrigada pela super ajuda. Aceito qualquer dica que quiser dar.
Abraços e mil vezes obrigada pela rapidez!
Mônica Ozório

Daniel Neves disse...

Olá Mônica, entendo e concordo com sua preocupação.

Este link do Google Maps mostra o deslocamento entre Gare du Nord e a estação Bourse - importante dizer que as linhas 3 e 4 de Bruxelas são "trams", conhecidos como bondinhos:

https://www.google.com.br/maps/dir/Gare+Du+Nord,+1030+Schaerbeek,+Belgium/Grand+Place,+1000+Brussels,+Belgium/@50.8542452,4.3453518,15z/data=!4m14!4m13!1m5!1m1!1s0x47c3c39d7afc74e5:0x8162901475e196d1!2m2!1d4.359904!2d50.86017!1m5!1m1!1s0x47c3c47f4614f1f1:0xb03c355d8fe2cfb6!2m2!1d4.352414!2d50.846732!5i2

Sobre dicas, só posso te recomendar meu post com 10 atrações em Bruxelas, que imagino que você já deu uma olhada, certo?

http://oviajantecomilao.blogspot.com.br/2012/09/10-atracoes-imperdiveis-em-bruxelas.html

Um abraço!

Anônimo disse...

já copiei tudinho do seu post. obrigada pela dica dos trams. eu ia ficar procurando metrô, rsrsrs.
abraços

monica ozorio

Anônimo disse...

acabei de descobrir que me enganei. estou no site do SNCF e é na gare MIDI que descerei. aceito, mais uma vez (prometo ser a última), ajuda para chegar à Grand Place ou Cathedrale St.Michel.
Desculpe
Mônica Ozório

Anônimo disse...

O melhor, verei no google, será começar a visita de baixo para cima, a pé mesmo, por Notre Dame du Sablon, le Petit Sablo, subir para o Palace Royal e depois seguir para as visitações do cnetro histórico. Por último, se der, descer tudo e fazer as visitações às casas/museus decoradas com art nouveau... muita coisa para ver num dia...
obrigada

Mônica Ozório

Daniel Neves disse...

Olá Mônica, sem stress! :)

Os trams 3 e 4 passam por Gare do Nord e Gare du Midi, basta pegar o mesmo tram, só que agora sentido Gare du Nord, e descer em Bourse.

Acho que este link pode ser útil para você: http://www.stib-mivb.be/reisweg-itineraire.html?l=en#

Clique na opção "Click here to plan your journey", na seção "Departure", selecione a aba "Stop", no campo "Stop" escreva "GARE DU MIDI", selecione a segunda opção.

Na seção "Destination", selecione a aba "Stop", escreva "Bourse" e clique em "Show your journey" no fim da página.

O mapa vai te mostrar a rota, descrever passo a passo e até permitir a impressão.

Em tempo: para a Catedral de St. Michel, dá para descer na estação Brouckere e andar um pouquinho. No mapa, na seção Destination", selecione a aba "Landmark" e coloque o nome da catedral, o mapa vai te mostrar o caminho.

Um abraço!

Daniel Neves disse...

Mônica, sim, realmente muita coisa para ver num só dia. Dica: organize as atrações conforme o trajeto do tram, e use-o para ganhar tempo nos deslocamentos. Bruxelas é grande, as caminhadas são legais para quem tem mais tempo na cidade.

Ou use o busão turístico, ideal para quem não tem tempo a perder - http://www.city-sightseeing.com/tours/belgium/brussels.htm.

Anônimo disse...

Obrigada por tudo, Daniel. Você é muito atencioso.

abraço

monica ozorio

Anônimo disse...

Oi Daniel,
Vou a Bruxelas em abril (bate-volta de Amsterdã). De ônibus é o meio mas barato; você acha que vale a pena? Se acha, onde eu desço em Bruxelas? Peço ajuda para chegar à Grand Place e qual a melhor forma de conhecer Bruxelas em um só dia. Vera Cerqueira

Daniel Neves disse...

Olá Vera,

Possível, mas bem corrido - o primeiro ônibus sai de Amsterdam às 8hs, com chegada em Bruxelas (pertinho da Gare du Nord) às 10h45. O último ônibus sai de Bruxelas às 20h30 e chega em Amsterdam às 23h15. Mais detalhes dos horários no site da Eurolines.

Na Gare du Nord pegue as linhas 3 e 4 da Tram e desça em Bourse. De lá são cerca de 10-15 minutos de caminhada até a Grand Place.

A melhor maneira de conhecer Bruxelas em 1 dia é via ônibus turístico, em sistema "Hop-On Hop-Off" (compre o ticket 24 horas, desça nos pontos que quiser e pegue o ônibus seguinte).

O endereço do ônibus turístico oficial de Bruxelas está no começo do post.

De nada.

Anônimo disse...

Olá, Daniel. Me chamo Paulo. Muito boas suas dicas sobre Bruxelas. Conhecerei esta cidade em agosto/2015. Em relação aos tickets, se eu comprar o 1 day jump, após a sua validação conta-se 24h? Por exemplo, se eu validar o ticket às 14h ele ficaria valendo até às 14h do dia seguinte? Ou é válido somente para o dia da compra/validação? Outra dúvida, esse bilhete precisa ser validado toda vez que entrar em um tram? Ou somente validar na sua primeira utilização? Obrigado pelas informações.

Daniel Neves disse...

Olá Paulo,

Não fica claro se sua pergunta está relacionada com Metro/Tram ou o ônibus turístico. Na dúvida, responderei para ambos:

1) Metro/Tram: O ticket de 24 horas só precisa ser validado uma vez, e a partir do momento da validação contam-se as 24 horas;
2) Ônibus turístico: Vale por 24 horas após a primeira validação. Por exemplo, se você comprou às 14hs de hoje, terá validade até às 14hs de amanhã. A validação precisa acontecer toda vez que você entrar no ônibus.

Um abraço!

*** RESERVE SEU HOTEL COM O VIAJANTE COMILÃO: É O MESMO PREÇO DO BOOKING.COM, E ASSIM VOCÊ AJUDA O BLOG A GANHAR UNS TROCADOS ***

Anônimo disse...

Olá Daniel, adorei seu site,
Irei de Hamburgo à Bruxelas no final de abril de 2016 e ficarei lá 2 noites, vou de trem e chego às 18 e 30H, o que posso fazer nessa noite?
No dia seguinte bem cedo vou a Bruges e Ghet, volto às 19h, posso tentar pegar um trem mais cedo e chegar mais cedo também. Tenho mais essa noitinha , dá para fazer algo legal?
No dia seguinte sigo para Paris.
Muito obrigada,
EDna

Anônimo disse...

Olá Daniel, adorei seu site.
Preciso de uma ajuda: Irei à Bruxelas no final de abril de 2016 estarei vindo de trem de Hamburgo vou chegar por volta das 18.30h, tem algo de interessante que eu possa fazer à noite?
NO dia seguinte vou à Bruges e Ghet, volto às 19h, preciso de mais uma dica para essa noite, por que no dia seguinte sigo para Paris.
Obrigada,
Edna

Renan de Castro Santos disse...

Olá Daniel, tudo bem ? Parabéns pelo blog.

Conhece algum city tour que tenha áudio em Português ? O city-sightseeing não tem. Obrigado.

Postar um comentário

Pesquisar no Blog

Guias de Viagem


Álbuns de Fotos

Instagram


Anuncie no Viajante Comilão




Você gostou do blog? As dicas de viagens e reviews de restaurantes foram úteis para ajudá-lo(a) a planejar sua viagem?

O Viajante Comilão é um serviço 100% gratuito. Se você gostou do nosso serviço, ajude o blog a continuar seu trabalho: o link abaixo direciona para o site do PayPal, um serviço 100% seguro para que você possa fazer uma doação para o blog, usando seu cartão de crédito.

Contamos com sua contribuição. Obrigado!


Payments By PayPal